Dia Internacional dos Direitos Humanos: o que as mulheres brasileiras têm a comemorar?

De volta para Blog

Dia Internacional dos Direitos Humanos: o que as mulheres brasileiras têm a comemorar?

Dia Internacional dos Direitos Humanos: o que as mulheres brasileiras têm a comemorar?

Hoje 10 de dezembro é aniversário de 72 anos da Declaração dos Direitos Humanos. Segundo as Nações Unidas, o princípio da igualdade de gênero poderia não ter sido incluído se não fossem as mulheres, que defenderam uma Declaração que fosse verdadeiramente universal.

E como o nosso País e Mundo estão diante dos Direitos Humanos? Estes valores HUMANOS estão cada vez mais descuidados e esquecidos?  Podemos dizer que os Direitos Humanos das Mulheres são respeitados? Pelos números que estamos observando infelizmente não. A violação dos direitos é de responsabilidade da sociedade e do Poder Público e a efetividade dos direitos humanos e da cidadania plena das mulheres só podem ser alcançadas com a garantia da igualdade formal entre homens e mulheres e com o fim da violência de gênero.

Este dia 10 de dezembro para nós mulheres é mais um dia de lembrar da nossa LUTA e que os nossos direitos humanos são recorrentemente negados. E nós mulheres queremos que os nossos direitos sejam garantidos não somente por leis e políticas públicas, mas pela garantia de acesso a eles. Enquanto isso não ocorrer, o Brasil continuará a violar a dignidade das mulheres, subtraindo delas os direitos à igualdade e à não discriminação.  Somente uma articulação entre as mulheres organizadas, a sociedade civil e o poder público podem assegurar o cumprimento da legislação, garantindo a cidadania plena das brasileiras.

 

Yula Merola – Farmacêutica-Bioquímica e Doutora em Ciências. Empreendedora Cívica da RAPS, Lider do Movimento Acredito, RenovaBR, membro da Associação Poços Sustentável-APS, Movimento Lixo e Cidadania.

 

Compartilhar este post

De volta para Blog