#OrgulhoLGBT: O que o SUS tem a ver com esse tema?

Back to Blog

#OrgulhoLGBT: O que o SUS tem a ver com esse tema?

#OrgulhoLGBT: O que o SUS tem a ver com esse tema?

 E o que o SUS tem a ver com isto?

            O SUS tem como diretrizes a Universalidade, Integralidade e Equidade, e reconhece que a LGBTfobia gera impacto e dificuldade no acesso a saúde e nos direitos, tornando-a mais vulnerável.

            Os maiores agravos decorrem da exclusão social, do afastamento dessas populações dos serviços públicos e das barreiras para o acesso à estudo, saúde e trabalho. A saúde dessa população é também afetada pela violência física, simbólica e psicológica, o que reflete na baixa expectativa de vida das pessoas trans e travestis em relação às pessoas cisgênero, quadros de depressão e ansiedade, dentre outros agravos  à saúde.

A comunidade deixa de acessar aos serviços de saúde, não porque eles não existam, mas porque nesses locais ainda se perpetuam práticas discriminatórias que afastam, ao invés de acolher.

O atendimento seguro, livre de preconceitos e o enfrentamento à LGBTfobia também é papel para todas as pessoas que atuam no SUS.

Fonte: Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais

What do you want to do ?

New mail

What do you want to do ?

New mail

What do you want to do ?

New mail

What do you want to do ?

New mail

Share this post

Back to Blog
× Como posso te ajudar?